Casal perdeu um filho e homenageou-o com uma tatuagem, quando nasceu o segundo

Perder um filho é algo tão difícil que chega a ser anti-natural… Mas Gloria e Steven Kimmel tiveram de passar pela tragédia de chorar a morte do seu filho que, apesar do pouco tempo de vida, ocupava, já, os dois corações em pleno!

Decorria o ano de 2014 quando o casal recebia a notícia de que o pequeno Isaac, com apenas seis meses de idade teria sido diganoticado com atrofia muscular espinhal, tipo 1.

“Disseram para o levarmos para casa e darmos tanto amor quanto pudéssemos, já que a doença, naquele momento, era terminal”, refere o casal, em declarações ao site Histórias com Valor.

O bebé morreu em julho de 2015, com 14 meses, e, uma semana e meia depois de seu funeral, o casal fez uma tatuagem em memória do filho: uma asa de anjo nas costas, em ambos.

“Queríamos ter uma linda lembrança física de sua vida e a promessa de estar com ele na vida após a morte”, refere a mãe, acrescentando: “Ele era metade de cada um de nós, então cada um de nós tinha uma das suas asas para nos segurar. Ele era o anjo que nos abraçava quando ficámos tão perdidos sem ele. As tatuagens são uma forma de nos recordarmos que ele estará sempre connosco, em espírito.”

Claire nasceu em junho deste ano. Para a sessão de fotos da recém-nascida, Gloria e Steven partilharam uma foto com a menina no meio, enquanto estavam de costas para a câmara, dando a ilusão de que as asas ‘do irmão’ lhe pertencem… A foto foi, entretanto, partilhada pela tia nas redes sociais, tornando-se rapidamente viral.

Partilha

Perder um filho é algo tão difícil que chega a ser anti-natural… Mas Gloria e Steven Kimmel tiveram de passar pela tragédia de chorar a morte do seu filho que, apesar do pouco tempo de vida, ocupava, já, os dois corações em pleno!

Decorria o ano de 2014 quando o casal recebia a notícia de que o pequeno Isaac, com apenas seis meses de idade teria sido diganoticado com atrofia muscular espinhal, tipo 1.

“Disseram para o levarmos para casa e darmos tanto amor quanto pudéssemos, já que a doença, naquele momento, era terminal”, refere o casal, em declarações ao site Histórias com Valor.

O bebé morreu em julho de 2015, com 14 meses, e, uma semana e meia depois de seu funeral, o casal fez uma tatuagem em memória do filho: uma asa de anjo nas costas, em ambos.

“Queríamos ter uma linda lembrança física de sua vida e a promessa de estar com ele na vida após a morte”, refere a mãe, acrescentando: “Ele era metade de cada um de nós, então cada um de nós tinha uma das suas asas para nos segurar. Ele era o anjo que nos abraçava quando ficámos tão perdidos sem ele. As tatuagens são uma forma de nos recordarmos que ele estará sempre connosco, em espírito.”

Claire nasceu em junho deste ano. Para a sessão de fotos da recém-nascida, Gloria e Steven partilharam uma foto com a menina no meio, enquanto estavam de costas para a câmara, dando a ilusão de que as asas ‘do irmão’ lhe pertencem… A foto foi, entretanto, partilhada pela tia nas redes sociais, tornando-se rapidamente viral.

“A minha irmã e o marido fizeram tatuagens de asas de anjo, depois do filho morrer, há 2 anos”, refere Grace, a tia. “Eles tiveram uma menina em junho. Isto leva-me às lágrimas!” O post teve mais de 20 mil partilhas!

“Quando olho para isto, vejo a minha família, com Isaac lá connosco, o produto de todo o amor, esperança e orações em dois anos”, refere Gloria.

Partilha, se consideras uma bonita homenagem!

  • Comentar