Jovem de 17 anos, grávida, descobre que tem poucos meses de vida pela frente

Dana Scatton, uma jovem apenas 17 anos, foi diagnosticada com um tumor raro no cérebro. O diagnóstico trouxe ainda uma noticia devastadora: tem entre três a nove meses de vida.

Dana começou a sentir os primeiros sintomas da doença no mês passado, quando sentiu dificuldades para falar.

“Percebi que tinha dificuldades a engolir. Andar ficou mais difícil. Comecei até a ter dificuldades para falar”, disse a jovem ao Daily Mail.

Durante uma consulta de rotina para avaliar a gravidez , Dana relatou os sintomas ao seu médico, e fez uma série de exames. Uma ressonância magnética detectou depois o tumor na base do cérebro.

Agora, a família de Dana está à espera que ela complete 34 semanas de gravidez para fazer uma cesariana de emergência, para que a menina possa nascer.

O tumor, que afeta cerca de 300 pacientes por ano, é comum em crianças com menos de 10 anos de idade e, por isso, o caso desta jovem é extremamente raro. Vários pacientes diagnosticados com a mesma doença têm menos de 1% de hipóteses de sobrevivência, e cerca de 90% dos doentes morrem dezoito meses após o diagnóstico.

Não há registo de curas.

  • Comentar