Menina com tumor cerebral incurável recupera por milagre

A menina britânica foi para o México, onde realizou um tratamento experimental de 394 mil euros!

Kaleigh Lau, de sete anos, vivia com a família em Woodford Green, no Nordeste de Londres, Inglaterra.

O diagnóstico de Glioma Pontino Intrínseco Difuso surgiu em abril de 2016. Tinha apenas 9 meses para viver. Os pais da estudante não baixaram os braços e não se conformaram com a notícia. Decidiram mudaram-se para o México e testar um tratamento novo no valor de 394 mil euros.

De acordo com a imprensa britânica, a decisão dos pais foi tomada em janeiro de 2017, depois dos médicos terem dito que já não havia mais nada a fazer.

Por milagre, a menina encontra-se, agora, a recuperar!

Quase um ano depois, Kaleigh Lau está a lutar pela vida, mostrando sinais de melhorias. O pai, Scott Lau, continua a angariar dinheiro para os quase 400 mil euros que são precisos para os medicamentos experimentais. Um montante de 250 mil euros foi o que conseguiu até agora.

Em declarações ao jornal britânico Daily Mail, o pai refere: “Quando fomos ao México, pela primeira vez, eu estava muito cético. Mas, como pai, tive que correr esse risco e manter a esperança. Cerca de sete dias após o primeiro tratamento, a força da mão esquerda estava a voltar e estava a conseguir andar outra vez. Depois começou a conseguir brincar – foi verdadeiramente um milagre.”

O estado de saúde da pequena Kaleigh é atualizado numa página de Facebook criada para o efeito, a Kaleigh’s Trust – Our Battle with DIPG, o lugar onde o pai aproveita, também, para angariar algum dinheiro para os medicamentos da filha.

Entretanto, o pai de Kaleigh lançou uma petição no Parlamento para que existam mais apoios monetários para a pesquisa de tumores cerebrais.

  • Comentar